expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Violeiro Elizeu ventania, o rei das canções

Em Mossoró se tornou popular, vendendo as suas 
canções em fita K7 na porta do Mercado Público.

Elizeu Elias da Silva, mais conhecido por Elizeu Ventania, nasceu em 20 de julho de 1924 no município de Martins. Desde de criança se identificou com a música e aos 18 anos percebendo a sua vocação, decidiu fazer da cantoria o seu ganha pão, influenciado por outros violeiros. 

De início pensou em se chamar Elizeu serrania para homenagear a cidade de Martins, mas na época já havia artista com esse nome. E optou por Ventania. 

Aos 18 anos seguiu para fortaleza onde aprimorou sua arte de cantoria e iniciou sua trajetória de artista. Viveu por anos do repente e da viola por todo Nordeste e Sul do país. 

Fazendo cantorias com outros cantadores chegou a forma dupla com o cantado João Liberalino sendo uma dupla famosa na região em um programa de rádio "Rimas e Violeiros" por mais de 20 anos. 


E, gravou o LP o Nascimento de jesus em 1972.  


Foi casando por mais de vinte anos com Francisca Limeira Sales, mas toda sua doença foi acompanhada pela Companheira Benedita Neuma Sena com quem viveu seus últimos dias de vida. 
 

O cancioneiro teve ao todo 8 filhos. 
 

Faleceu em 19 de outubro de 1998 por parada cardíaca. Elizeu sofria a anos complicações respiratórias adquiridas por anos de fumo. Morreu pobre, numa casinha modesta, deixando cerca de 100 canções inéditas. 


A Estação das Artes Eliseu Ventania é um prédio em que acontecem a maioria das festas e eventos da cidade de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte.

 

Também é parte do chamado "Corredor da Cultura de Mossoró", que envolve as atrações da Avenida Rio Branco, no Centro de Mossoró. 


O antigo prédio do Sistema Ferroviário Federal, foi recuperado com a parceria da Petrobras, que foi contemplada com o espaço para o Museu do Petróleo. 


Um poeta popular, cuja história, infelizmente, é pouco conhecida.


Além dos Festivais de Violeiros, chegou a gravar dois LPs de canções de sua autoria, além de um LP com vários estilos de cantoria improvisada, em parceria com aquele que foi seu principal colega, João Albino da Costa, o famoso João Liberalino, também falecido. 


Mais de cem mil fitas K7s rodam pelo Nordeste inteiro com suas canções. Elizeu foi uma das maiores expressões da cultura do homem do campo em todo o Nordeste brasileiro. Abaixo, seguem dois dos seus poemas mais clássicos. 

Nenhum comentário: