expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 23 de novembro de 2019

Nossa história: Construção da nova Carnaubais


A jovem cidade de Carnaubais ia completar apenas 11 anos de emancipação política e estava passando pela sua terceira gestão municipal quando foi atingida por um acontecimento que marcaria e mudaria definitivamente a sua história. 

Esse importante acontecimento foi a enchente de 1974. (Foto registra inundação das ruas da antiga sede municipal.   

Dentro de duas gestões após a transição da sede do município da várzea para o tabuleiro, a cidade nova foi aos poucos edificada. Por um período de um pouco mais de dez anos, casas, prédios públicos e ruas foram construídos.

A atual prefeitura, assim como o atual mercado público, além da antiga praça central foram erigidos nesse período. Em 15 de outubro de 1978, houve a inauguração, pelo então governador Tarcísio de Vasconcelos Maia, do sistema de eletrificação e do posto telefônico.

No dia 22 de agosto de 1980 foi criada, através da Lei Nº 462/80, a Escola Estadual Adalgiza Emídia da Costa. E foi também inaugurado nesse período, já na década de 1980, pelo então governador Lavoisier Maia, o centro de saúde.

Assim, com nova sede, nova prefeitura, novo mercado público, nova praça central, novas escolas, o Adalgiza e o Abel, este último construído ainda na segunda gestão de Valdemar Campielo, com a nova eletrificação, além dos postos de saúde e telefônico e além do hino e da bandeira, Carnaubais era uma nova cidade, reerguida após a enchente de 1974. 

-Fonte: Museu de Carnaubais. 

Nenhum comentário: