expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Chile cancela encontros importantes, e Conmebol discute mudar sede da final da Libertadores


A preocupação da Conmebol com a realização da final da Copa Libertadores em Santiago aumentou diante de um anúncio importante do governo do Chile nesta quarta-feira.

O presidente do país, Sebastián Piñera, confirmou o cancelamento de dois encontros de chefes de Estado, que ocorreriam no país em novembro e dezembro: o Fórum de Cooperação Ásia-Pacífico (APEC) e a conferência do clima da ONU, a COP-25. E, diante deste fato novo, a confederação sul-americana já pensa em tirar a decisão entre Flamengo e River Plate do Chile.

- Nosso governo, com muito pesar, decidiu não realizar a cúpula da Apec em novembro, nem a cúpula da COP25. Sentimos e lamentamos profundamente os problemas e inconvenientes que essa decisão significará para a Apec e a COP - disse Piñera.

A Conmebol convocou uma reunião emergencial para a tarde desta quarta para discutir a situação. A possibilidade de uma final com dois jogos é vista como "muito difícil" - pois o regulamento prevê jogo único e há muitos contratos comerciais já envolvidos.

Paraguai se oferece

Palco da final da Copa Sul-Americana, o Paraguai surge como uma possível alternativa para abrigar a decisão da Libertadores diante dos problemas no Chile. Ao falar sobre o efetivo policial envolvido no confronto entre Colón e Independiente Del Valle, no dia 9 de novembro, o ministro do Interior do país deixou claro nesta quarta que o país estaria pronto para receber o jogo entre Flamengo e River Plate.

Nenhum comentário: