expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Atacante do ABC fratura tíbia e fíbula em treino; empresário acusa descaso e clube emite nota



O atacante Wesley Veterano, do ABC, sofreu uma grave lesão durante um jogo-treino realizado na quinta-feira, no CT Alberi Ferreira de Matos. Em choque com o goleiro adversário, o jogador de 18 anos acabou fraturando a tíbia e a fíbula da perna direita.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais após a divulgação de um vídeo do jogador em uma maca no corredor do Hospital Walfredo Gurgel, já com a perna imobilizada, e de áudios dos empresários do atleta, nos quais denunciavam um possível descaso do clube.

O Alvinegro se manifestou em nota (veja na íntegra mais abaixo) e disse que empresa Websoccer retirou o jogador do hospital sem nenhuma comunicação ao clube.

Também viralizou um áudio do próprio Veterano, falando com Gilberto Tavares, um dos sócios da Websoccer, empresa que gerencia a carreira do atleta.

"Está complicado, Gibão. Não posso fazer cirurgia segunda-feira, não. Está doendo muito. Tem dois ossos quebrados. Não dá para esperar mais", disse o atacante que estava integrado ao elenco profissional, mas retornou ao time sub-19 recentemente.

Diogo Silva, proprietário da Websoccer, confirmou a autoria de um dos áudios, em que diz:

"'Seu Luiz', estou tirando o menino do hospital e vou pagar uma cirurgia decente. É o meu trabalho prestar assistência aos jogadores. Mas é desumano isso aí. Eu falei com o presidente (Fernando Suassuna) e com o Salton (executivo de futebol): 'Vocês não são pessoas normais, não. Duvido se fosse um filho de vocês, deixariam nesta situação aí'. Estou trazendo a mãe do menino, que mora em Recife, para ficar em Natal com ele, para dar uma força. É brincadeira o que os caras fazem com o ser humano aí e o tratamento que o ABC dá para todos os atletas".

Nota de Esclarecimento

O ABC Futebol Clube vem a público esclarecer a situação envolvendo o atacante Wesley Veterano, da equipe Sub-19 do clube, que durante jogo-treino ocorrido na tarde desta quinta-feira (23), no campo principal do CT Alberi Ferreira de Matos, em lance casual com o goleiro adversário, acabou fraturando a tíbia e a fíbula da perna direita.

No momento pós-fratura, o jogador recebeu pronto atendimento dos profissionais do Departamento Médico alvinegro ainda no gramado do CT e foi encaminhado pelo médico Rodrigo Braga, membro da equipe médica do clube, para o hospital de referência em fraturas do Estado do Rio Grande do Norte, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, onde foi avaliado e atendido. Imediatamente, a diretoria do ABC F.C. iniciou o processo necessário para que o seu atleta pudesse ser transferido para a realização do procedimento cirúrgico em hospital da rede privada, tendo em vista a gravidade do caso.

Durante todo o período em que o atleta abecedista esteve no hospital, foi assistido pelo enfermeiro das categorias de base Isaak Rocha, que permaneceu com o jogador até a manhã de hoje, quando em uma atitude isolada e intempestiva da Websoccer, empresa que representa o jogador, foi retirado do local, sem a devida comunicação oficial ao ABC Futebol Clube.

O hospital escolhido para a transferência foi a Prontoclínica Dr. Paulo Gurgel. No primeiro contato, a direção abecedista foi comunicada da não existência de leitos disponíveis naquele momento, mas recebeu a confirmação que a transferência seria realizada nas primeiras horas desta sexta-feira (24). Na manhã desta sexta-feira (24), a diretoria recebeu ligação da diretoria da Prontoclínica Dr. Paulo Gurgel, confirmando a disponibilidade do leito para internação do atleta.

A surpresa da direção abecedista veio quando a WebSoccer divulgou imagens em vídeo e áudios de sua versão sobre a situação, dando a atender que o ABC Futebol Clube não estaria prestando nenhuma assistência ao seu atleta. Inclusive, a empresa retirou o jogador do hospital sem nenhuma comunicação ao clube.

A partir deste momento, a diretoria do ABC F.C. informa que o caso está entregue ao Departamento Jurídico para que sejam tomadas as devidas providências, responsabilizando a Websoccer por todo e qualquer prejuízo à plena saúde do nosso atleta.

Nenhum comentário: