expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 2 de abril de 2019

Pescador confessa e relata como matou seu companheiro de 72 anos em Porto do Mangue



O pescador Antônio Matos dos Santos Acioly, de 37 anos, matou asfixiado possivelmente durante a madrugada de segunda-feira (1) o companheiro Damião Felipe de Lima, de 72 anos, na cidade de Porto do Mangue, onde os dois moravam.
A vítima Damião Lima ficou conhecido nacionalmente quando sua história de vida foi contada pela TV Cultura, em documentário de "Carne de Santa" gravado pelo ator Francisco Bezerra e o professor Francisco das Chagas.

A princípio, Antônio Marcos contou na cidade que o companheiro havia tido morto natural. Só que o sargento PM Yure, de Porto do Mangue, desconfiou da história e levou o corpo de Damião Felipe para o Serviço de Verificação de Óbito da UERN, em Mossoró.

Os médicos confirmaram que realmente Damião Felipe havia sido morto por asfixia. Em parceria com a Polícia Civil de Areia Branca, os policiais militares de Porto do Mangue localizaram o pescador Antônio Marcos e o conduziram a DP de Areia Branca.

Ao chegar à delegacia em Areia Branca, Antônio Marcos confessou o crime e contou detalhes. Ele narrou aos policiais que a vítima Damião Lima, como ficou conhecido, estava humilhando ele. Queria sexo e ele não queria e por esta razão queria expulsá-lo de casa.

"Eles tiveram uma discussão durante à noite e o Antônio Marcos deu uma gravata na vítima Damião Lima e o matou asfixiado", conta o delegado Renato Oliveira, da Delegacia de Policia Civil de Areia Branca. "Era um senhor já de idade, muito querido na cidade", diz.

(Mossorohoje).

Nenhum comentário: