expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 25 de julho de 2021

Oposição em Carnaubais dá sinais de desânimo

Batistinha Pereira, do Cidadania, disse está decepcionado com a classe política. "Só promessas. Vieram aqui, nos usaram e não apareceram mais".


 

Sem ficar inventando fatos, nos limitamos a comentar a movimentação a luz dos acontecimentos. Uma coisa que falta a oposição é unidade política. Isso ficou claro e evidente no evento denominado CPP. Seus idealizadores não conseguem reunir as demais correntes, se resumindo a fanáticos simpatizantes os que endossam o seguimento liderado por Luiz Cavalcante. 


Vamos destacar alguns erros... 


Primeiro, erram quando tentam antecipar o processo sucessório. É muito cedo ainda tem muito chão até 2024. 


segundo, erram ao falar em unidade política sem a presença das demais lideranças opositoras. Isso é paradoxo. 


Terceiro, erram ao menosprezar aliados que no ano passado estavam no CPP. Essa mutação ficou mal explicada.  


Quarto, erram ao adotar um discurso radical contra a gestão, apostando no quanto pior, melhor. O povo não aprova mais isso. 


Quinto, erram ao insistir em um nome familiar, sem abrir mão da cabeça de chapa. O resultado é o isolamento. 


Sexto, erraram até a edição; se em 2020 foi realizado o IV CPP, este seria o V, e não o VI como foi divulgado.    


Enfim, o grupo liderado por Luizinho não assusta mais os adversários. Nas últimas eleições ficaram na terceira colocação nas urnas. E corre o risco de pedir música no Fantástico. Política tem lógica!  

Nenhum comentário: