expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Porto do Mangue: uma cidade entregue as traças



Chego em Porto do Mangue. Na entrada da cidade, senti um cheiro estranho. Observo e ao invés de um lindo pórtico, avisto muitos urubus anunciando que por ali tem algo que lhe agradam.

O cenário, nas ruas desertas surpreende. O povo antes sorridente parece sem ânimo. No cais o retrato da falta de zelo da atual administração.

Menos mal, avistei garis numa espécie de “força tarefa” tentando recolher parte do lixo acumulado no cartão postal da cidade.

Também notei o comércio sofrido com a falta de circulação do dinheiro. Nessa época o que ainda aquece o movimento e a presença de banhistas nas praias. Mesmo as estradas estando esburacadas.

Perguntei a um jovem o que ele estava achando...

_ “Porto do Mangue está entregue as traças”. Resumiu.

Não é preciso andar muito para encontrar outros sinais de abandono.

E tudo isso com o prefeito Sael se dizendo candidato à reeleição.

Lamentável!

Nenhum comentário: