expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 10 de novembro de 2019

Depois de 'Lula Livre', é lançada a campanha internacional 'Volta Lula'



Em Benos Aires, a ex-presidenta Dilma comentou sobre o cenário político atual no Brasil e no mundo e deixou entender que o retorno da centro-esquerda na Argentina marca um novo caminho para a volta da esquerda ao poder na América Latina. - "a vitória de Alberto Fernández e Cristina Kirchner abre um caminho de retorno e de esperança, sobretudo de transformação novamente, na América Latina."

Lá mesmo, lançaram a campanha internacional "Volta Lula".


Como foi o primeiro 'Lula livre' em 1980


"Foi Marisa, sua mulher, quem viu, deu grito avisando que ele vinha a pé. O motorista da Veraneio do Dops ficou com medo quando viu aquela multidão perto da casa do Lula e o deixou no meio do caminho. E o líder metalúrgico, recém-saído da cadeia, chegou a sua casa a pé, carregando uma pequena mala. Mas, antes, a peãozada que invadiu sua casa e as ruas vizinhas, assim que deu a notícia no rádio, ergueu Lula nos braços, estouraram rojões e voltou-se a ouvir em São Bernardo do Campo: 'Luuuuula, Luuuuuula, Luuuuuula'."

Foi assim que, no dia 21 de maio de 1980, o jornalista Ricardo Kotscho iniciou a descrição, em reportagem no jornal Folha de S.Paulo, da chegada de Luiz Inácio Lula da Silva a sua casa depois de 31 dias de prisão.

O então presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC havia sido detido no dia 19 de abril por policiais do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), órgão de repressão da ditadura militar que governava o país.

Nenhum comentário: