expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

‘Podia perder tudo, menos ele’. Após casa pegar fogo, pedreiro comemora resgate de cachorrinho


De acordo com seu Alcides, Quinho já tem 12 anos e não tem parte da visão, o que dificultou a fuga. 

  
"A maior alegria da minha vida foi essa. Saber que ele tava vivo, salvo pelo meu vizinho. Isso pra mim foi tudo. Eu podia perder tudo, menos ele".

A fala é do pedreiro Alcides Soares, de 57 anos, sobre Quinho, o cachorrinho que morava com ele na casa destruída por um incêndio na tarde de terça-feira (26), no bairro Planalto, na Zona Oeste da cidade.

Outros dois imóveis foram atingidos pelo fogo, mas ninguém ficou ferido. Quinho foi resgatado por vizinhos do seu Alcides.

João Maria da Silva, uma das duas pessoas que ajudaram no resgate do animal, precisou enfrentar as chamas. Ele trabalhava em uma obra na casa de trás, quando percebeu a situação. De acordo com ele, o cão não foi atingido por pouco.

Nenhum comentário: