expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Adolescentes bebem cada vez mais cedo – e o consumo é maior entre meninas




Levantamento realizado pelo Centro de Informações sobre Saúde e Álcool, com base em dados do IBGE, mostrou que 25,1% das garotas com idade entre 13 e 15 anos bebem ao menos uma dose por mês – há uma década eram 20%.

Entre os garotos, o índice é de 22,3% – dez anos atrás, batia nos 28%. A título de comparação, entre os americanos com idade até 15 anos, o consumo não passa de 10% para ambos os sexos. A mudança ilumina um novo problema: elas bebem mais do que eles.

A precocidade também espanta.

O estudo revelou que os adolescentes começam a beber aos 12 anos e meio. Invariavelmente, a porta de entrada para o consumo de álcool são as bebidas doces – e baratas. Vodca com sabor, cachaça e vinho adocicado estão entre os prediletas.

“As bebidas alcoólicas adocicadas e com gás são naturalmente palatáveis aos jovens, e elas estão sendo lançadas em profusão”, diz Luiza Amorim, gerente de comunicação da ONG internacional Vital Strategies, especializada em criar estratégias para desenvolver políticas de saúde pública.

Nenhum comentário: