expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Guamaré, entre dois rios, padece com a falta d água

Margeada pelo Aratuá e Miassaba, cidade 
ganhará em breve um novo sistema adutor
A sonhada obra da adutora de Guamaré resolverá de vez um problema crônico de Guamaré: Falta de água.

O prefeito Hélio de Mundinho (PMDB) está empenhado com sua equipe para construir o sistema que custará R$ 15 milhões.

Com uma extensão de 42 km, a adutora será construída com tubos revestidos de 8 polegadas, partindo da estação em Tambaú, percorrendo a BR-406 até o distrito de baixa do meio, onde reside maior número de famílias.

Uma interligação no trevo próximo ao assentamento Umarizeiro, conectará adutora aos distritos e comunidades ao longo do trecho até chegar a sede do município.

Igualmente ao petróleo e gás, os ventos
são frequentes e abundantes em Guamaré
Guamaré destaca-se por ser um dos municípios que mais produz petróleo no Brasil, tendo em seu território um pólo industrial da Petrobras.

Os “cavalos de pau” e os “Cata-ventos” são dois maiores símbolos do crescimento econômico da cidade.

Os cata-ventos são equipamentos de mais de 100 metros de altura que convertem energia eólica em elétrica. Os cavalos de pau são as máquinas que extraem petróleo do chão.

Nenhum comentário: