expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Câmara realiza audiência sobre segurança e comando da PM garante: 'situação vai mudar'


O poder Legislativo de Carnaubais realizou uma audiência pública convocada para tratar exclusivamente de tema relacionado à segurança pública.


Ao abrir a sessão, o vereador Josenildo afirmou que a Câmara tem sido muito cobrada pela população a respeito da segurança pública e por isso reuniu as autoridades para discutir como melhorar o trabalho da policia.


Com plenário lotado e presença do prefeito Dr. Thiago Meira; vice-prefeita Marineide Diniz, do sub-comandante da Polícia Militar Regional, Coronel Alvibá, Representante da OAB, advogado José Mário, Comandante do 10º BPM, Tenente Wiston, Delegado Civil Cidegenton e o sargento Jonas, responsável pelo destacamento em Carnaubais, além de representantes da sociedade, o evento traçou um plano de medidas efetivas, com o objetivo de combater a violência e diminuir os casos de roubos, furtos e assaltos que vêm ocorrendo no município. 

O debate foi produtivo e todos tiveram a oportunidade de se expressarem. 
Uma das queixas é que as vítimas acabam não lavrando o devido Boletim de Ocorrência (BO), o que é muito ruim, pois a infração acaba não constando nas estatísticas, em função de ter de se deslocar para Assú ou até Mossoró quando a ocorrência é no final de semana.  

Com pouco policiais nas ruas fica a impressão de insegurança. As pessoas esperam que suas reivindicações cumpridas, entre elas o aumento do efetivo militar.

O tenente Wiston explicou que o batalhão com sede em Assu é constituído por 14 municípios da região. 

O comandante afirmou que vai dar mais atenção a situação de Carnaubais, que infelizmente, não é diferente das demais cidades.
- “Vamos contratar a guarda municipal, coisa não fizemos antes em função do cumprimento das legalidades, agora com o processo seletivo concluído, vamos montar a equipe”. Confirmou o prefeito. 
Dr Thiago explicou que a município contribui com sua parte, cedendo ajuda aos policiais e cedendo viaturas para o trabalho e após a norma do Ministério Público – autorizando o pagamento de diárias – a prefeitura dará melhores condições aos policiais.
  

Sobre o número de assaltos que tem ocorrido no município, destacou o comandante que o coronel Alvibá que o policiamento vai está nas ruas cumprindo seu verdadeiro papel que é combater a bandidagem.

Ele falou que é inadmissível que uma viatura passe dez meses aguardando conserto. “Falta comunicação entre os comandos para resolver uma coisa simples como essa”. Disse, acrescentando que a reivindicação dos moradores é justa.

Várias pessoas apresentaram suas críticas e sugestões.

O líder evangélico Alex destacou que a população tem sentido aumento da sensação de insegurança, com registro de vários assaltos pela cidade. 

O professor Matias sugeriu a instalação de câmeras em pontos estratégicos e monitoramento através de um drone, além de blitz nas vias de acesso ao município.

A secretária de Agricultura, Damiana Dantas cobrou segurança no campo. 

Segundo ela, a zona rural está a esquecida e precisa que a polícia faça um trabalho em todo município.

Uma ausência criticada foi a do representante do Ministério Público que foi convidado e não apareceu na audiência.

O que os moradores querem na verdade é ter tranquilidade para sair às ruas. E o debate tem grande importância para resolver esse problema que afeta a todos.

Como disse o tenente Wiston, a população não deve esperar somente pelo governo; é preciso união para resolver esse grave problema que é mundial.

Ao contrário, como será o futuro? 

Estamos dispostos a dividir a conta, mas temos que pensar em ações que sejam de fato efetivas, pois estamos no mesmo barco.

No final do encontro foram estabelecidos os pontos básicos para o trabalho de melhoria no setor de segurança pública municipal. 

O sargento Jonas confirmou sua permanência no comando do destacamento em Carnaubais.

Postar um comentário