expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Para vencer a crise, o governo deve ser capaz de levar adiante medidas duras e impopulares


No setor privado, o dado mais grave da crise é o desemprego – que atinge 12 milhões de pessoas no Brasil.

No setor público, é a explosão dos déficits financeiros dos municípios, dos estados e da União, e o consequente crescimento da dívida do governo.

Todos os indicadores da crise derivam de um só problema: a forte queda do Produto Interno Bruto (PIB), que acumula redução entre 9% e 10% nos últimos três anos.

Ainda que outros fatores sejam importantes para a saída da recessão, a superação da crise depende essencialmente do retorno do crescimento do PIB.

O país tem vários problemas pela frente e um dos mais importantes é a melhoria no direcionamento do gasto público.

É preciso fazer investimentos em setores estratégicos e prioritários. É preciso punho firme do governo!
Postar um comentário