expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Transamazônica, uma obra faraônica perdida no tempo e no espaço


"Integrar para não entregar." Com esse lema delirante, o regime militar brasileiro, que tinha uma queda por obras faraônicas, produziu uma das maiores delas: a Transamazônica.

Inaugurada há pouco mais mais de 40 anos, a rodovia pretendia integrar o Norte ao restante do território nacional e promover o desenvolvimento ordenado do país.


Na prática, esteve a quilômetros de distância disso. O Estado nunca conseguiu oferecer infraestrutura decente para os 40 mil colonos que foram para lá.
Postar um comentário