expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Túlio garante remanejamento no orçamento para resgatar dívida histórica com política social


A omissão do poder público na cidade de Macau em relação às políticas públicas de garantia dos direitos da criança e do adolescente foi um dos assuntos que pautou audiência pública em comemoração aos 27 anos do Estatuto da Criança e da Adolescência-ECA, nesta quinta-feira, 13.

Presente ao evento, estando à frente da prefeitura há apenas seis meses, o prefeito Tulio Lemos assegurou que vai buscar o apoio da Câmara Municipal para remanejar verbas do orçamento aprovado para o ano de 2017, contribuindo para o resgate dessa dívida histórica.

A audiência promovida pelo Conselho Tutelar de Macau aconteceu no Teatro Petrobras Porto de Ama e contou com as presenças da juíza da Vara da Infância da Comarca de Macau, Larissa Almeida, do juiz da Infância da Comarca de Currais Novos, Marcus Vinícius Pereira Júnior, da Promotora de Justiça de Macau, Isabel Menezes, secretários municipais, vereadores, da presidente do Comdica, Andrea Lemos e do vice-prefeito Rodrigo Aladim, dentre outras autoridades.
Postar um comentário