expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Justiça acata denúncia contra 24 suspeitos de desvios de recursos na Assembléia Legislativa


Justiça do RN acatou denúncia contra 24 pessoas investigadas na operação Dama de Espadas - que investigou um esquema de desvio de recursos na Assembleia Legislativa do Estado.

A denúncia foi recebida pelo juiz Ivanaldo Bezerra Ferreira dos Santos, da 8ª Vara Criminal da Comarca de Natal.

Dentre os denunciados estão a ex-procuradora da ALRN Rita das Mercês, o filho dela Gutson Johnson Reinaldo Bezerra, a ex-secretária particular dela Ana Paula de Macedo Moura Fernandes.

De acordo com o MP, ao lado de outros denunciados, eles "constituem o núcleo de uma organização criminosa que atuou no âmbito da Assembleia Legislativa no período de 2006 a 2015, que desviou recursos públicos mediante a inserção de fraudulenta de pessoas na folha de pagamento do órgão legislativo e outras forma de desvios".


Operação Dama de Espadas

A operação Dama de Espadas foi deflagrada em agosto de 2015. De acordo com o Ministério Público, os desvios dos cofres da AL podem passar de R$ 5,5 milhões.

Ainda segundo informações do Ministério Público, a associação criminosa era composta por servidores públicos do órgão com o auxílio de um gerente do banco Santander. 
Postar um comentário