expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Delegado do caso Teori morto a tiros em casa noturna de Florianópolis


O delegado de Polícia Federal Adriano Antonio Soares, de 47 anos, foi morto a tiros na madrugada desta quarta-feira, 31, em uma casa noturna de Florianópolis.

A polícia do Paraná apurou que os delegados se desentenderam com um terceiro cliente, proprietário de uma barraca de cachorro-quente na região, o Milton Dogg.

Adriano Soares foi responsável pela abertura das investigações sobre a morte do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, em um acidente aéreo em Parati, em janeiro.

Em nota oficial, a PF informou que o inquérito já não estava nas mãos. A apuração está sendo conduzida por outro delegado em Brasília.
Postar um comentário