expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Guamaré: Oposição e a mídia ilusionista precisam aceitar que Hélio ganhou no voto popular


Por Celso Amancio

Confesso que ao observar certos comportamentos da oposição em Guamaré e da mídia ilusionista e oportunista que cobre a cena política local, chego à conclusão de que o fator emotividade é usado para manipular as pessoas, quando essas não se apercebem disso e são iludidas a acreditar naquilo que eles querem que os cidadãos guamareense acreditem.

A exploração midiática de fatos recentes tenta ao menos confundir, quando não consegue convencer a opinião pública pelo 'inconvencível'. Hélio é o prefeito de Guamaré, foi reeleito pelo voto direto do eleitor e com maioria consagradora, vencendo inclusive na casa do seu principal opositor, o ex-prefeito Mozaniel de Melo, que por muito tempo teve o colégio eleitoral de Baixa do Meio como principal reduto de votos da sua família. 

Ao esconder a realidade dos fatos dos cidadãos, penso que até o mais humilde eleitor percebe claramente a total falta de credibilidade de quem ocupa espaços na imprensa, sem pudor algum e acaba se assemelhando a figuras bem conhecidas da classe política local, que caíram no descrédito da população. 

As imagens abaixo mostra dois momentos recentes: 

Primeiro, a campanha memorável que reconduziu Hélio à prefeitura pelo voto popular; depois, uma minoria que protestava antes de ontem contra o prefeito na porta da prefeitura.


Fica difícil descobrir de que lado está o povo de Guamaré?



Postar um comentário