expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Senado elegerá hoje comissão do impeachment; Dilma tem 5 votos de 21, mas PT fala em virada


O Senado elege nesta segunda-feira os parlamentares que formarão a comissão especial que analisará o processo de impeachment, em um cenário no qual a presidente Dilma conta com apenas cinco votos entre os 21 integrantes.

Apesar da larga desvantagem, o governo e o PT dizem acreditar em uma virada para evitar a admissibilidade do processo, que levaria a um afastamento de Dilma por 180 dias.

Mas já trabalham também para que, no cenário de derrota, além de possíveis questionamentos no Supremo Tribunal Federal (STF), como já admitiu o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, seja formado até um “tribunal internacional” com juristas estrangeiros para acompanhar o julgamento final no Congresso e tentar influenciar a opinião pública.
Postar um comentário