expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 17 de abril de 2016

Deputados aprovaram impeachment de Dilma; Senado decidirá afastamento nos próximos dias

Foram 367 a favor, 137 contra, sete abstenções e duas ausências. 


A presidente ainda não será afastada do cargo. Para que isso ocorra, a decisão dos deputados tem de ser referendada pelo Senado por maioria simples, o que deve ocorrer no início de maio.

Com isso, Dilma se une a Fernando Collor (PTC) no rol de mandatários que tiveram o impeachment aberto pela Casa após a redemocratização do Brasil – o hoje senador alagoano acabou renunciando antes do julgamento que lhe cassou direitos políticos.

A partir da publicação do resultado, o Senado terá dois dias para receber a comunicação da abertura e formar uma comissão especial para analisar a admissibilidade do caso.

Hoje a tendência é de que os senadores também aprovem a abertura do processo.
Postar um comentário